sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Enem 2012 terá custo de R$ 46 por candidato

A edição deste ano do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) terá um custo de R$ 46 por candidato inscrito na prova - ao todo, são 5,79 milhões de estudantes, totalizando um montante de R$ 266,3 milhões.
Enem dá acesso a 91% das vagas em universidades federais
Mercadante não exclui imprevistos no exame do Enem
Esse custo por candidato já considera o valor arrecadado pelo governo federal com a taxa de inscrição no exame, de R$ 35. Dos 5,79 milhões, 1,76 milhão (30,4%) pagaram o valor. Estão isentos do pagamento alunos concluintes do ensino médio da rede pública de ensino e candidatos de famílias de baixa renda.
Em 2011, o exame nacional gerou uma despesa de R$ 238,5 milhões. Na ocasião, 5,3 milhões participaram da prova --portanto, um custo de R$ 45 por aluno.
"Nós triplicamos os pontos de atenção que nós tínhamos em experiências anteriores para ter muito mais rigor e segurança em todo o processo", afirmou o ministro Aloizio Mercadante (Educação) em coletiva de imprensa. Ao todo, segundo ele, são mais de 3,4 mil itens revisados pela equipe envolvida no processo - desde a elaboração dos itens da prova, até a impressão dos exames e distribuição nos locais de aplicação.
No passado, a realização do exame já passou por falhas de segurança. Em 2009, a prova foi furtada da gráfica que a imprimia por um funcionário do consórcio Connasel, contratado para aplicar o Enem. O exame foi cancelado e uma nova prova foi aplicada aos inscritos.
No ano passado, alunos do Colégio Christus, no Ceará, receberam, antes do Enem, material com questões que caíram na prova. Elas estavam em um pré-teste do MEC aplicado na escola em 2010 para verificar o nível de dificuldade da prova e, de acordo com a Polícia Federal, foram copiadas.
A primeira edição do Enem ocorreu em 1998, e contou com a participação de 157,2 mil candidatos. Na ocasião, o exame nacional foi utilizado para o processo de seleção de cinco instituições. Catorze anos depois, a prova teve adesão de 5,79 milhões de estudantes e deve ser utilizada para acesso à grande maioria das vagas nas 59 universidades federais do país.
O Enem 2012 será aplicado neste fim de semana em todo o país.
O presidente do Inep (órgão responsável pelo Enem), Luiz Cláudio Costa, detalhou os mais de 3,4 mil itens de segurança que foram revisados para esta edição do Enem, desde a impressão das provas até a distribuição dos malotes nos locais de aplicação.
"Temos a certeza do dever cumprido", afirmou Costa.

FLÁVIA FOREQUE
DE BRASÍLIA 

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/educacao/1179449-enem-2012-tera-custo-de-r-46-por-candidato-diz-mercadante.shtml

Nenhum comentário:

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Enem 2012 terá custo de R$ 46 por candidato

A edição deste ano do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) terá um custo de R$ 46 por candidato inscrito na prova - ao todo, são 5,79 milhões de estudantes, totalizando um montante de R$ 266,3 milhões.
Enem dá acesso a 91% das vagas em universidades federais
Mercadante não exclui imprevistos no exame do Enem
Esse custo por candidato já considera o valor arrecadado pelo governo federal com a taxa de inscrição no exame, de R$ 35. Dos 5,79 milhões, 1,76 milhão (30,4%) pagaram o valor. Estão isentos do pagamento alunos concluintes do ensino médio da rede pública de ensino e candidatos de famílias de baixa renda.
Em 2011, o exame nacional gerou uma despesa de R$ 238,5 milhões. Na ocasião, 5,3 milhões participaram da prova --portanto, um custo de R$ 45 por aluno.
"Nós triplicamos os pontos de atenção que nós tínhamos em experiências anteriores para ter muito mais rigor e segurança em todo o processo", afirmou o ministro Aloizio Mercadante (Educação) em coletiva de imprensa. Ao todo, segundo ele, são mais de 3,4 mil itens revisados pela equipe envolvida no processo - desde a elaboração dos itens da prova, até a impressão dos exames e distribuição nos locais de aplicação.
No passado, a realização do exame já passou por falhas de segurança. Em 2009, a prova foi furtada da gráfica que a imprimia por um funcionário do consórcio Connasel, contratado para aplicar o Enem. O exame foi cancelado e uma nova prova foi aplicada aos inscritos.
No ano passado, alunos do Colégio Christus, no Ceará, receberam, antes do Enem, material com questões que caíram na prova. Elas estavam em um pré-teste do MEC aplicado na escola em 2010 para verificar o nível de dificuldade da prova e, de acordo com a Polícia Federal, foram copiadas.
A primeira edição do Enem ocorreu em 1998, e contou com a participação de 157,2 mil candidatos. Na ocasião, o exame nacional foi utilizado para o processo de seleção de cinco instituições. Catorze anos depois, a prova teve adesão de 5,79 milhões de estudantes e deve ser utilizada para acesso à grande maioria das vagas nas 59 universidades federais do país.
O Enem 2012 será aplicado neste fim de semana em todo o país.
O presidente do Inep (órgão responsável pelo Enem), Luiz Cláudio Costa, detalhou os mais de 3,4 mil itens de segurança que foram revisados para esta edição do Enem, desde a impressão das provas até a distribuição dos malotes nos locais de aplicação.
"Temos a certeza do dever cumprido", afirmou Costa.

FLÁVIA FOREQUE
DE BRASÍLIA 

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/educacao/1179449-enem-2012-tera-custo-de-r-46-por-candidato-diz-mercadante.shtml

Nenhum comentário:

Atividade no Facebook

Mais vistas: