sábado, 22 de outubro de 2011

Um bom filme: "O último mestre do Ar"

Um filme fabuloso. Enche os nossos olhos de admiração, pena ou ainda bem que só assisti agora, nesses dias. Há toda uma filosofia oriental por dentro das cenas e dos diálogos de seus personagens. Como dominar os quatro elementos da natureza? Ar, Água, Terra e Fogo. As nações estão divididas e seus dominadores escondidos para não serem descobertos e maltratados pelos dominadores do Fogo. No entanto, todos procuram o Avatar. Alguém que, pela tradição, possui o dom de aprender a dominar os quatro elementos. Só o Avatar consegue essa façanha, dominar os quatro elementos com equidade e justiça, a fim de promover a ordem e a paz. A busca pelo Avatar significa sabedoria.
 Bem, se alguém estiver à procura de um filme bastante curioso e interessante pelo modo como as pessoas se preocupam com o equilíbrio da natureza, é só ir à uma locadora e escolher este filme e curtir uma bela programação para este final de semana.
Quem tem alguma noção de Filosofia ocidental, ao ver o filme, se lembrará imediatamente da "phýsis", se quisermos aqui fazer um paralelo com a cultura filosófica ocidental, partindo da Grécia, onde os primeiros filósofos se maravilhavam com a manifestação da Água(Tales de Mileto), do Ar(Anaxímenes), do Fogo(Heráclito) e da Terra para explicar racionalmente o princípio ordenador de todas as coisas. Os pré-socráticos eram inquietos por buscarem a "Arché", um princípio que os fizessem entender a mudança, o movimento das coisas ou a própria "phýsis", natureza. Quem assim o desejar, poderá assistir ao filme "O último mestre do Ar" nessa ótica.

Prof. Jackislandy Meira

Nenhum comentário:

sábado, 22 de outubro de 2011

Um bom filme: "O último mestre do Ar"

Um filme fabuloso. Enche os nossos olhos de admiração, pena ou ainda bem que só assisti agora, nesses dias. Há toda uma filosofia oriental por dentro das cenas e dos diálogos de seus personagens. Como dominar os quatro elementos da natureza? Ar, Água, Terra e Fogo. As nações estão divididas e seus dominadores escondidos para não serem descobertos e maltratados pelos dominadores do Fogo. No entanto, todos procuram o Avatar. Alguém que, pela tradição, possui o dom de aprender a dominar os quatro elementos. Só o Avatar consegue essa façanha, dominar os quatro elementos com equidade e justiça, a fim de promover a ordem e a paz. A busca pelo Avatar significa sabedoria.
 Bem, se alguém estiver à procura de um filme bastante curioso e interessante pelo modo como as pessoas se preocupam com o equilíbrio da natureza, é só ir à uma locadora e escolher este filme e curtir uma bela programação para este final de semana.
Quem tem alguma noção de Filosofia ocidental, ao ver o filme, se lembrará imediatamente da "phýsis", se quisermos aqui fazer um paralelo com a cultura filosófica ocidental, partindo da Grécia, onde os primeiros filósofos se maravilhavam com a manifestação da Água(Tales de Mileto), do Ar(Anaxímenes), do Fogo(Heráclito) e da Terra para explicar racionalmente o princípio ordenador de todas as coisas. Os pré-socráticos eram inquietos por buscarem a "Arché", um princípio que os fizessem entender a mudança, o movimento das coisas ou a própria "phýsis", natureza. Quem assim o desejar, poderá assistir ao filme "O último mestre do Ar" nessa ótica.

Prof. Jackislandy Meira

Nenhum comentário:

Atividade no Facebook

Mais vistas: