sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Bookshelf tour – um turismo por seus livros

Uma prática que parece muito saudável, isto é, mostrar suas prateleiras de livros
hans-christian-andersen
Hans Christian Andersen e ao fundo uma prateleira de livros ₢ Corbis
Dizem que as melhores viagens que podemos fazer estão em nossas mentes. Sim, por que é com a imaginação que atingimos os confins do Universo e também as mais abissais profundidades dos Oceanos e também, respectivamente a amplitude própria de uma sociedade bem como a profundidade do indivíduo.
Se você realmente gosta de ler sentirá um baita orgulho de suas prateleiras e poderá criar uma bookshelf tour, nada mais nada menos que um giro por suas prateleiras, ou um turismo literário por suas prateleiras, que poderá muito bem demonstrar não apenas o seu gosto literário como a sua personalidade.
Então, você começa a imaginar tudo e todas as coisas que sua mente pode proporcionar e um dia resolve escrever um livro para contar suas histórias e, assim, quem sabe também ser conhecido além da pluralidade de histórias individuais. Ao mesmo tempo, você pode demonstrar quem é pelo tipo de vestimenta, hábitos alimentares e tudo mais que envolva sua personalidade.
Veja um vídeo em que você pode ter uma noção do que é um Bookshelf Tour
Já pensou ser conhecido pelos livros que lê? Sim, você pode se destacar por ler este ou aquele livro ou nos recônditos de seu local preferido de leitura, que tanto pode ser um banco de coletivo – trem, ônibus ou metrô, por exemplo –, ou o seu banheiro (leia o artigo Livros para ler no banheiro), ou como na maioria dos casos sua poltrona. Porém, como esse é um daqueles hábitos solitários que caracterizam o ser humano… O quê? Não, minha senhora, não foi feita qualquer referência a Onan. Sabemos bem que ao se ler em algum coletivo a bisbilhotice é uma saudável prática, que pode ajudar a iniciar uma bela história de amor mesmo que com o advento dos leitores eletrônicos este ato talvez não venha mais a existir devido ao advento dos leitores eletrônicos (1 ).
É notório que em muitos escritórios espalhados por aí, sempre há grandes prateleiras com livros esmeradamente encadernados e isso demonstra que o seu proprietário é um homem culto, mesmo que aqueles livros sejam apenas enfeite e, na maioria dos casos, uma imitação de lombadas de livros feitas para “decorar” o ambiente. Em filmes de espionagem não faltam livros que, ao ser puxados de seu lugar na estante, abrem portas secretas. Portanto, as prateleiras repletas de livros são todas de mentirinha para enganar os desavisados.

Nenhum comentário:

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Bookshelf tour – um turismo por seus livros

Uma prática que parece muito saudável, isto é, mostrar suas prateleiras de livros
hans-christian-andersen
Hans Christian Andersen e ao fundo uma prateleira de livros ₢ Corbis
Dizem que as melhores viagens que podemos fazer estão em nossas mentes. Sim, por que é com a imaginação que atingimos os confins do Universo e também as mais abissais profundidades dos Oceanos e também, respectivamente a amplitude própria de uma sociedade bem como a profundidade do indivíduo.
Se você realmente gosta de ler sentirá um baita orgulho de suas prateleiras e poderá criar uma bookshelf tour, nada mais nada menos que um giro por suas prateleiras, ou um turismo literário por suas prateleiras, que poderá muito bem demonstrar não apenas o seu gosto literário como a sua personalidade.
Então, você começa a imaginar tudo e todas as coisas que sua mente pode proporcionar e um dia resolve escrever um livro para contar suas histórias e, assim, quem sabe também ser conhecido além da pluralidade de histórias individuais. Ao mesmo tempo, você pode demonstrar quem é pelo tipo de vestimenta, hábitos alimentares e tudo mais que envolva sua personalidade.
Veja um vídeo em que você pode ter uma noção do que é um Bookshelf Tour
Já pensou ser conhecido pelos livros que lê? Sim, você pode se destacar por ler este ou aquele livro ou nos recônditos de seu local preferido de leitura, que tanto pode ser um banco de coletivo – trem, ônibus ou metrô, por exemplo –, ou o seu banheiro (leia o artigo Livros para ler no banheiro), ou como na maioria dos casos sua poltrona. Porém, como esse é um daqueles hábitos solitários que caracterizam o ser humano… O quê? Não, minha senhora, não foi feita qualquer referência a Onan. Sabemos bem que ao se ler em algum coletivo a bisbilhotice é uma saudável prática, que pode ajudar a iniciar uma bela história de amor mesmo que com o advento dos leitores eletrônicos este ato talvez não venha mais a existir devido ao advento dos leitores eletrônicos (1 ).
É notório que em muitos escritórios espalhados por aí, sempre há grandes prateleiras com livros esmeradamente encadernados e isso demonstra que o seu proprietário é um homem culto, mesmo que aqueles livros sejam apenas enfeite e, na maioria dos casos, uma imitação de lombadas de livros feitas para “decorar” o ambiente. Em filmes de espionagem não faltam livros que, ao ser puxados de seu lugar na estante, abrem portas secretas. Portanto, as prateleiras repletas de livros são todas de mentirinha para enganar os desavisados.

Nenhum comentário:

Atividade no Facebook

Mais vistas: