quinta-feira, 16 de maio de 2013

“Educar é argumentar” (Richard Rorty).

A partir desta expressão do filósofo pragmático dos EUA, podemos afirmar sim que a educação passa também por um fator extremamente útil da fala, a argumentação. Vivemos indiscutivelmente num mundo voltado para a comunicação, para a exposição de ideias, exigindo mais ainda de nossos estudantes certo preparo nessa dimensão.
Sendo assim, a Escola Estadual Teônia Amaral da cidade de Florânia/RN, sob a orientação do Prof. Jackislandy Meira de M. Silva, está realizando, desde o dia 18/04/2013,  oficinas do Programa do Ensino Médio Inovador (ProEmi) que abre a possibilidade para os estudantes desta Escola e de outras instituições educacionais do município desenvolverem um lastro de atividades que tem a ver com a argumentação.
Exploração da oralidade, exercício do debate, polidez no discurso e ampliação do diálogo são alguns componentes trabalhados por nossas oficinas que carregam a ideia de FERRAMENTAS FILOSÓFICAS: oralidade, interpretação textual e tecnologias.
Iniciamos propondo a construção de um púlpito. Pelas fotos, é possível acompanhar detalhadamente a confecção de um púlpito, local exclusivo para o discurso, a fala. Durante as oficinas, o púlpito está sempre lá, à disposição para o uso da fala, isto é, o púlpito representa de fato um lugar chamativo que, ora ou outra, convoca o estudante para exprimir sua indignação, bem como o coloca no centro das atenções do exercício democrático. O púlpito não só atrai os eminentes oradores, mas também forma os futuros oradores para uma atividade indispensável numa sociedade democrática, a expressão de opiniões.
Por falar nisso, ainda temos um vídeo que poderá ser visto aqui na rede das experiências inovadoras do Ensino Médio em que os próprios estudantes fazem seus protestos, desabafos, indignações ou qualquer reclamação, estimulando-os, claro, a este tipo de posicionamento. Aos poucos, os estudantes estão tomando gosto pelas práticas das oficinas e por variadas abordagens que emergem delas.
Que os estudantes de nossa Escola continuem com o mesmo empenho, dedicados aos trabalhos e às atividades propostas pelas oficinas do ProEmi 2013.

                Prof. Jackislandy Meira de Medeiros Silva

Para ver estas e outras fotos das oficinas é só acessar http://redeemiexperienciasinovadoras.ning.com/profiles/blogs/oficina-do-proemi-ferramentas-filos-ficas-oralidade-interpreta-o

  
  


Nenhum comentário:

quinta-feira, 16 de maio de 2013

“Educar é argumentar” (Richard Rorty).

A partir desta expressão do filósofo pragmático dos EUA, podemos afirmar sim que a educação passa também por um fator extremamente útil da fala, a argumentação. Vivemos indiscutivelmente num mundo voltado para a comunicação, para a exposição de ideias, exigindo mais ainda de nossos estudantes certo preparo nessa dimensão.
Sendo assim, a Escola Estadual Teônia Amaral da cidade de Florânia/RN, sob a orientação do Prof. Jackislandy Meira de M. Silva, está realizando, desde o dia 18/04/2013,  oficinas do Programa do Ensino Médio Inovador (ProEmi) que abre a possibilidade para os estudantes desta Escola e de outras instituições educacionais do município desenvolverem um lastro de atividades que tem a ver com a argumentação.
Exploração da oralidade, exercício do debate, polidez no discurso e ampliação do diálogo são alguns componentes trabalhados por nossas oficinas que carregam a ideia de FERRAMENTAS FILOSÓFICAS: oralidade, interpretação textual e tecnologias.
Iniciamos propondo a construção de um púlpito. Pelas fotos, é possível acompanhar detalhadamente a confecção de um púlpito, local exclusivo para o discurso, a fala. Durante as oficinas, o púlpito está sempre lá, à disposição para o uso da fala, isto é, o púlpito representa de fato um lugar chamativo que, ora ou outra, convoca o estudante para exprimir sua indignação, bem como o coloca no centro das atenções do exercício democrático. O púlpito não só atrai os eminentes oradores, mas também forma os futuros oradores para uma atividade indispensável numa sociedade democrática, a expressão de opiniões.
Por falar nisso, ainda temos um vídeo que poderá ser visto aqui na rede das experiências inovadoras do Ensino Médio em que os próprios estudantes fazem seus protestos, desabafos, indignações ou qualquer reclamação, estimulando-os, claro, a este tipo de posicionamento. Aos poucos, os estudantes estão tomando gosto pelas práticas das oficinas e por variadas abordagens que emergem delas.
Que os estudantes de nossa Escola continuem com o mesmo empenho, dedicados aos trabalhos e às atividades propostas pelas oficinas do ProEmi 2013.

                Prof. Jackislandy Meira de Medeiros Silva

Para ver estas e outras fotos das oficinas é só acessar http://redeemiexperienciasinovadoras.ning.com/profiles/blogs/oficina-do-proemi-ferramentas-filos-ficas-oralidade-interpreta-o

  
  


Nenhum comentário:

Atividade no Facebook

Mais vistas: